domingo, 1 de maio de 2011

Alma erótica

 
 
Não foi à toa que Adélia Prado disse que "erótica é a alma". Enganam-se aqueles que pensam que erótico é o corpo. O corpo só é erótico pelos mundos que andam nele.

A erótica não caminha segundo as direções da carne. Ela vive nos interstícios das palavras. Não existe amor que resista a um corpo vazio de fantasias. Um corpo vazio de fantasias é um instrumento mudo, do qual não sai melodia alguma.

Por isso, Nietzsche disse que só existe uma pergunta a ser feita quando se pretende casar: "continuarei a ter prazer em conversar com esta pessoa daqui a 30 anos?"

Rubem Alves.

.

2 comentários:

Alef horizonte disse...

os dois se dividem, corpo e alma, mas alma ou espirito acreditem como quiser... são diferentes do corpo fisico.a alma pode inspirar o corpo e provocar sensações... assim como o corpo pode inspirar a alma!mas o corpo é real e voce o vê e o sente em todos os sentidos,e com inspirações concretas e abstratas que se elevam em um patamar de magnitudes infindaveis...

Guilherme Nervo disse...

Nossa! Estou embasbacado com as palavras de ambos. Deixem-me digerir um pouco, depois retorno.

Beijos

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.