quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A felicidade



A felicidade começa com a fé: na possibilidade da harmonia, na importância dos laços, na força da razão, no poder do sentimento, no sentido da vida, na transcendência e na justiça.

A felicidade realiza-se na ação: na semeadura de sonhos, no desejo com argumentos, na arquitetura de projetos, na paciência do planejamento, no respeito pelas circunstâncias, na humildade diante do inesperado.

A felicidade pressupõe o respeito pela vida, a responsabilidade pelo mundo, a fraternidade universal, a prevalência da verdade, e um reconhecimento sincero da necessidade da pausa entre a colheita e um novo plantio.

A felicidade não é como uma função constante, ou uma utópica planície: como um arquipélago de ilusões, ela vem e vai, conforma-se em picos e vales, atinge máximos e mínimos, sobrevive entre a tempestade e a bonança.

A felicidade não existe senão no encontro com o outro, na fusão de horizontes, no amor e na partilha de sonhos e projetos: como bem disse o poeta, é impossível ser feliz sozinho.


Nilson José Machado.


.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Pesquisa

Carregando...

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.