sexta-feira, 23 de março de 2012

Voce já pensou?


Já pensou na quantidade de energia que você gasta inutilmente, tentando passar por alguém que você não é, trocando sua verdadeira identidade por uma "fachada" socialmente "aceitável", podando seus sonhos em nome de títulos e cargos enfadonhos? 

Ou fazendo coisas que não lhe dão prazer. Sentindo raiva, ódio, ciúme, medo, desconfiança. Sacaneando com você mesmo a fim de ser agradável para os outros?

Já pensou no quanto você se desgasta, se machuca e se ofende amarrado a padrões, barreiras e proibições sem sentido, orientando-se pelos princípios e valores dos outros? Ou comparando-se com as outras pessoas, desvalorizando seus talentos e realizações, lembrando-se o tempo todo de quem faz tudo para magoar você? Esquecendo-se completamente de quem lhe dedica amor e atenção?

Já pensou no tempo enorme que você perde tentando adivinhar o futuro, antecipando desgraças e catástrofes absurdas, através de absurdas preocupações, que lhe roubam o sono e aprofundam ainda mais a solidão?

Já pensou que suas únicas reações tem sido abandono e entrega do próprio corpo a uma morte lenta consumida na ansiedade, na depressão, na angústia, nas drogas?

E já pensou também, que você pode mudar isso tudo? Que você pode empregar esse tempo e essa energia, assim desperdiçados, para ser você mesmo e para desfrutar a vida como uma dádiva da Natureza?

Pense nisso com muito carinho e comece a agir o quanto antes, porque a sua vida vai durar - no máximo - algumas dezenas de anos, e cada minuto que passa, é um tempo a menos nessa conta.

Desconheço a autoria.

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Pesquisa

Carregando...

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.