segunda-feira, 11 de junho de 2012

Amor e posse


Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos.

Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer.

Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado.

O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.

Antoine de Saint-Exupéry.

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.