quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Desejos


Que o medo não nos paralise. Que toda tristeza venha só de visita, com hora marcada e passagem pra ir embora.

Que os sorrisos nos fortaleçam.

Que os amigos nos amparem. 


Que a alegria seja o pão-nosso-de-cada-dia.

Que cada um cuide do que diz e do que sente, sem dar importância demais aos que os outros pensam.

Que o sono venha de uma consciência tranquila.

Que a felicidade, nunca, jamais, em tempo algum, seja vendida em cápsulas numa farmácia.

Que o amor seja capaz de transformar o mundo à nossa volta.

Que os anjos digam Amém.

Cris Carvalho.

.

1 comentários:

Daniella Caruso Gandra disse...

Que graça de texto, quase que uma oração. Lindo!
Assim seja! Abraços.

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.