quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Coincidência ou necessidade?


Nada acontece por acaso, nem por coincidência. Deus permite, na mesma medida, que façamos coisas boas ou ruins, que plantemos aquilo que queremos. Com isso somos capazes de crescer, de evoluir, aprender que somos nós os responsáveis por nossas quedas e pelos nossos atos mais sublimes.

Quando somos ajudados não podemos culpar o outro, pois foi nossa intenção que fez com que a ajuda viesse, seja para fazer o bem ou para fazer o mal. O mal e o bem são apenas professores e nós, como alunos, escolhemos o que queremos aprender. Tudo na vida tem uma razão de ser. Tudo o que nos foi emprestado é para que aprendamos como conviver com aquilo.

Imaginemos um homem: Deus permite que ele seja pai, aprenda como ser um bom pai, não bom segundo os homens, mas segundo Deus. Não é acaso, ele buscou ser pai. Por estes e por tantos outros motivos, nada acontece em nossa vida que não seja para um aprendizado.

Ninguém entra em nossa vida que não seja para nos ajudar em algo. Por isso até, que acredito em reencarnação. Para que a gente tenha sempre uma oportunidade para evoluir, crescer. Caso contrário, Deus seria injusto. Por que determinada pessoa passa por certas experiências e eu não? Por que tal pessoa tem isso ou aquilo, e eu não? Tudo é visando uma evolução. Tudo tem um propósito divino. Já parou para pensar por que você faz parte da vida de alguém? E aquela situação complicada? Qual o propósito dela?

Conseguimos construir nossa realidade quando enxergamos o limite de nossos sonhos. Assim podemos fazer as ações que nos são possíveis para alcançar o que queremos. É importante lembrar que toda ação que praticamos terá uma consequência, a curto ou a longo prazo, e se não estivermos conscientes dessa ação, raramente teremos controle sobre as consequências.

Para aqueles que acreditam na sorte há o acaso e para aqueles que não, o destino. Entretanto, nunca saberemos as reais dimensões que tais consequências podem ter. Quando deixamos Deus guiar nosso caminho, entendemos que nada que passamos é em vão. Às vezes nos desviamos do caminho que planejávamos, mas Deus o permite porque sabe que somos limitados para enxergar tudo aquilo que nos cerca e por isso podemos tomar decisões erradas, mesmo pensando que estão corretas.

Estamos em constante crescimento, sempre acumulando - consciente ou não – aprendizados que, de alguma forma, um dia nos serão úteis.

Jonas Carneiro Silva.

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Pesquisa

Carregando...

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.