quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Ora (direis) ouvir estrelas!


"Ora (direis) ouvir estrelas!  Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto

E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pálio aberto, cintila.
E, ao vir do sol, saudoso e em pranto, inda as procuro pelo céu deserto.


Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas?  Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"


E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."

Olavo Bilac

1 comentários:

Joemir Rosa disse...

O amor nos faz ouvir (e conversar com) estrelas, andar sobre as águas, cantar ao som do silêncio e sonhar de olhos abertos ao sol do meio-dia!!!

O amor ... ahhh, esse desconhecido!!!

Beijos!!!

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.