domingo, 2 de outubro de 2011

Tarde demais



A beleza e a tristeza da vida podem estar em situações como esta: descobrir, tarde demais, que se ama uma pessoa.

Pode acontecer até com quem está ao nosso lado neste instante.

Parece que é um amor morno e sem graça, e que se acabar, tanto faz, e só daqui a muitos anos descobrir que nada era mais forte e raro do que este sentimento.

Tarde demais é uma expressão cruel.

Tarde demais é uma hora morta.

Tarde demais é longe à beça.

Não é lá que devemos deixar florescer nossas descobertas.

Martha Medeiros

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.