sábado, 16 de fevereiro de 2013

Sonho...



No fim dos tempos ainda lá estarei, sentado à chuva a olhar o mar, sentindo a chuva tocar a minha pele quase como se eu me fundisse com aquela imensidão de água, cada gotinha irá trazer-me a recordação de um diferente sentimento. 

Sentirei medo, fúria, mágoa, alegria profunda... Depois virá a paz de perceber que todos aqueles sentimentos fizeram parte de mim... E todos esses sentimentos estarão irremediavelmente gravados na minha memória...

O luar será a luz mais bela que alguma vez verei, ele iluminará a maior das minhas vitórias, a vitória de perceber que a vida afinal teve sentido, e que fui eu que lhe dei esse sentido...

E o calor da satisfação alcançada fará da frieza da chuva e do vento a mais quente e terna carícia. Chuva, mar, luar, paz e liberdade… Parece ser o mais belo dos sonhos, mas basta sermos persistentes o suficiente para que consigamos fazer dele uma realidade tão concreta como outra coisa qualquer!

Autor desconhecido.

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.