quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Momentos



Um homem morreu. Ao se dar conta, viu que Deus se aproximava e tinha uma maleta com Ele. E Deus disse: 

- "Bem, filho, hora de irmos." 

O homem, assombrado, perguntou:

- "Já? Tão rápido? Eu tinha muitos planos..." 

- "Sinto muito, mas é o momento de sua partida."

- "O que tem na maleta?", perguntou o homem. 

E Deus respondeu:

- "Os seus pertences!"

- "Meus pertences? Minhas coisas, minha roupa, meu dinheiro?" 

Deus respondeu:

- "Esses nunca foram seus, eram da terra."

- "Então... são as minhas recordações?"

- "Elas nunca foram suas, elas eram do tempo." 

- "Meus talentos?"

- "Esses não pertenciam a você, eram das circunstâncias." 

- "Então... são meus amigos, meus familiares?"

- "Sinto muito, eles nunca pertenceram a você, eles eram do caminho." 

- "Minha mulher e meus filhos?"

- "Eles nunca lhe pertenceram, eram do seu coração." 

- "É o meu corpo?"

- "Nunca foi seu, ele era do pó." 

- "Então, é a minha alma?"

- "Não! Essa é minha." 

Então o homem, cheio de medo, tomou a maleta de Deus e, ao abri-la, se deu conta de que estava vazia... Com uma lágrima de desamparo brotando em seus olhos, o homem perguntou: 

- "Nunca tive nada?" 

- "Cada um dos momentos que você viveu foram seus. A vida é só um momento... Um momento só seu! Por isso, enquanto estiver no tempo, desfrute-o em sua totalidade. Que nada das coisas que você acredita que lhe pertencem o detenha...

Desconheço a autoria.

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Pesquisa

Carregando...

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.