sábado, 5 de maio de 2012

A inocência


Uma menininha, diariamente, vai e volta andando para a escola. Apesar do mau tempo daquela manhã e de nuvens estarem se formando, ela fez seu caminho diário para a escola.

Com o passar do tempo, os ventos aumentaram e, junto, os raios e trovões.

A mãe pensou que sua filhinha poderia ter muito medo no caminho de volta, pois ela mesma estava assustada com os raios e trovões. Preocupada, a mãe rapidamente entrou em seu carro e dirigiu pelo caminho em direção à escola.

Logo ela avistou sua filhinha andando, mas, a cada relâmpago, a criança parava, olhava para cima e sorria. Outro e outro trovão e, após cada um, ela parava, olhava para cima e sorria!

Finalmente, a menininha entrou no carro e a mãe, curiosa, foi logo perguntando:

- "O que você estava fazendo?"

A garotinha respondeu:

- "Sorrindo! Deus não pára de tirar fotos minhas!"

Desconheço a autoria.

Deixemos que toda inocência floresça em nossos corações para podermos ver a bela e real felicidade que está nos momentos de simplicidade.

.

0 comentários:

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Pesquisa

Carregando...

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.