domingo, 11 de julho de 2010

Vamos ser mais

Vamos! Vamos viver bem o dia de hoje.

Hoje é "o" dia.

Vamos vivê-lo intensamente, curtí-lo intensamente. Vamos viver!!

Vamos cantar. Cantar pelo prazer de cantar, sem pensar na afinação, na opinião de quem está nos ouvindo. Cantar o que dá prazer, cantar a música que traz boas lembranças, inventar novas letras e novas melodias, pelo prazer de inventar. Cantarolar baixinho no elevador, cantar bem alto no carro, sem olhar pros lados (eles não são críticos musicais, certo?). Vamos simplesmente cantar.

Vamos dançar. Dançar sem exibicionismo, sem afetação. Dançar pelo prazer de sentir o corpo fluir ao ritmo da música, ao ritmo da imaginação, ou até mesmo sem ritmo.
Dançar coladinho, dançar soltinho, dançar pelo apartamento, pelo corredor do prédio (enquanto o síndico não aparece). Vamos simplesmente dançar.

Vamos Amar! Amar o que merece ser amado, amar quem merece ser amado. Não vamos amar pela metade. Vamos amar muito. Por inteiro. Vamos ser inteiros no ato de amar. Vamos ter menos medo de demonstrar nosso amor. Vamos aprender a demonstrar este amor. Vamos aprender a preservar este amor.

Mas, caso isso não possa mais acontecer, vamos ser sinceros, conosco e com quem amamos, no amor.  Porque não é nada fácil nos separarmos. Cada um sofre um bocado. Então vamos tolerar e compreender quem um dia amamos, porque não é fácil amar por inteiro... Há pessoas que procuram por isso a vida inteira e não encontram. Vamos dar valor ao amor que já tivemos nesta vida. Vamos dissipar os mal-entendidos, pra poder prosseguir inteiros.

Vamos ter menos medo de não sermos compreendidos, de não sermos aceitos. Vamos reconhecer e retribuir o valor do amor que as pessoas sentem por nós.

Vamos amar mais nós mesmos (sem cair no egocentrismo). Vamos compreender nossas qualidades, nossa condição de irmanados neste mundo, e perceber que queremos, precisamos, merecemos ser amados. E vamos nos fazer dignos deste amor. Vamos nos esforçar pra ser merecedores deste amor. Vamos simplificar o ato de amar. Vamos simplesmente amar.

Vamos pensar menos. Vamos ser mais infantis. Vamos nos dar o direito de resgatar as boas coisas de ser criança. Vamos ser mais inocentes, vamos olhar nos olhos com mais franqueza e transparência, vamos ser mais curiosos, vamos sorrir sem travas, vamos nos divertir muito com pouca exigência.

E vamos pedir colo, se quisermos colo. Não vamos ser dissimulados. Vamos desencanar. Vamos ser mais espontâneos. Vamos ser mais crianças. Vamos ser bons. Vamos ouvir o que nos diz o Dalai Lama. "Você não precisa ter uma religião, você precisa ter uma Conduta Ética Positiva".

Vamos ser éticos, vamos agir positivamente. Vamos ser grandes com pequenos gestos, que podem surpreender e significar muito pra quem os recebe. Vamos abrir a porta do carro pra quem nos acompanha, vamos abrir a porta do elevador, ainda que não seja o nosso andar, pra ajudar outra pessoa a descer. Vamos dar atenção à gentileza.

Vamos fazer grandes viagenzinhas. Podemos sonhar com Taiti, por quê não? Mas podemos curtir muito uma cidadezinha nas redondezas. São tantas! Vamos comprar um Guia, deixá-lo no carro, comentar e compartilhar as dicas com nossos familiares e amigos.

Vamos mudar de ares. Vamos pegar o carro e cair na estrada, rodar aí uma centena de quilômetros, aproveitar pra cantar bastante no trajeto. Vamos comer uma comidinha diferente, vamos apreciar um céu que é o mesmo da nossa cidade, mas você sabe que não é o mesmo.

Vamos sentar num banco da Praça Matriz (sempre há uma) e não pensar em nada. Apenas, respirar fundo (você já respirou fundo hoje?). Vamos ver, fotografar, filmar, bater perna, vamopelaí.

Vamos nos ver mais. Sempre reclamamos que vemos poucos os amigos, principalmente. Vamos curtir mais esta cidade, e curtí-la com quem merece, os nossos verdadeiros amigos. Vamos dar mais valor a eles, vamos compreendê-los mais.

Vamos ser mais amigos dos nossos amigos. Vamos gastar uns interurbanos pra falar com aquele amigão do interior, ele merece essa atenção. Em vez de mandar emails pros amigos, vamos abraçá-los mais. Vamos usar menos a frase "a gente precisa se ver", vamos nos ver mesmo!

Vamos ser mais cantantes, mais dançantes, mais amantes; mais infantis, mais generosos, mais circulantes; vamos ser mais amigos.
Vamos ser mais. Vamos?
Marcos Kim

1 comentários:

Joemir Rosa disse...

Lindo texto! Principalmente qdo a gente sabe que conseguimos amar por inteiro, que temos um nível de diálogo acima da média, que compartilhamos tudo que curtimos, sem falsidade e hipocrisia!
Somos tudo e somos todos!
Vamos? vamos, sim ....
Beijos!

Sobre mim

Minha foto
Claudia Mei
É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Sitemeter

Visualizações de páginas

Tecnologia do Blogger.